Busca geral

Louis Roederer Cristal Brut

O champanhe Louis Roederer Cristal é produzido somente em anos excepcionais, e são produzidas apenas 600 mil garrafas, que envelhecem por 6 anos, seguidos por mais 6 meses de repouso. O glamoroso champanhe é composto por 55% de uvas Pinot Noir e 45% de Chardonnay. Cristal apresenta uma bonita cor amarela com reflexos dourados. Aroma intenso de flores brancas, cítricos e frutas vermelhas, seguido por notas quentes de tostados e madeira. Na boca, notas exuberantes de frutos maduros (pêssegos) e sabores tostados.

 

A história de uma das mais prestigiosas casas de champanhes começou em 1776 quando Nicholas-Henri Schreider fundou a Dubois Père & Fils. Mas foi somente em 1833 quando seu sobrinho, Louis Roederer, assumiu a empresa que os champanhes foram batizados com esse nome. Durante os próximos anos a “Maison” teve um enorme crescimento, atingindo em 1872 a produção de 2.5 milhões de garrafas, das quais as mais exportadas eram para a Rússia e para os Estados Unidos. Quis a história, em 1876, que o czar Alexandre II da Rússia, um enorme apreciador dos champanhes louis roederer, pedisse que a casa criasse um champanhe único e exclusivo para a família Romanov. As garrafas deste champanhe deveriam ser personalizadas e para isso foi escolhido as garrafas serem de cristal, Outra história conta que o czar solicitou a garrafa de cristal para se assegurar de que seria fácil descobrir qualquer tentativa de envenenamento impossíveis de serem observados com as garrafas escuras usadas na altura. Assim nasceu o famoso LOUIS ROEDERER CHAMPAGNE CRISTAL que ganhou a fama de ser o primeiro Cuvée Prestige (colheita única e excepcional) de sempre. Era tão exclusivo que só em 1945 o champagne Cristal começou a ser comercializado (oferecida também na versão Rosé), tendo o vidro transparente substituído o cristal usado para o Czar. Mesmo assim continuo a ser uma bebida quase exclusiva de endinheirados e artistas famosos.